v=spf1 mx include:secureserver.net -all Coach | Palestrante | Eduardo Anton

"A SUPERAÇÃO COMEÇA NO MOMENTO QUE MUDAMOS O FOCO DO PROBLEMA PARA A SOLUÇÃO!"

                     

Conheça a minha história

 

Em março de 2013, aos 32 anos, eu era diretor administrativo e financeiro da transportadora da família quando, de forma inesperada, sofri um atentado a tiros. Levei um tiro no abdômen e três na cabeça. Milagrosamente, sobrevivi ao atentado, mas fiquei com sequelas neurológicas que diminuíram sensivelmente a minha capacidade e competência na profissão que exercia. Eu nunca mais fui o mesmo.

Voltei a trabalhar sem saber que seria arrastado para uma forte depressão. Fiquei frustrado por não conseguir voltar a ser o mesmo profissional de antes do atentado. Mas com a ajuda de competentes psicólogos e psiquiatras que, por meio da psicoterapia me guiaram em um processo de autoconhecimento, desatando "nós" subconscientes que me acompanhavam desde a infância, pude saber e entender o que se passava comigo.

Aos poucos, me convenci de que apesar de não ter mais a competência para ser um bom administrador, tinha talentos e habilidades que, se fossem trabalhadas, me capacitariam para retomar a vida profissional em um novo campo de atuação, adaptado às minhas deficiências. A contribuição social tornou-se mais que o principal valor da minha vida, tornou-se o propósito. Não por acaso, descobri e me realizei pessoalmente e profissionalmente como coach. 

Em 2016, obtive a formação de coach profissional pela Sociedade Latino Americana de Coaching e, posteriormente, em 2017, especializei-me em coaching de carreira pelo Instituto Maurício Sampaio. Hoje, sou coach especializado em ajudar pessoas com deficiência física (PCD) ou sequelas dispostas a vencer a frustração, a realizarem-se nos campos pessoal e profissional e sentirem-se úteis, competentes e produtivas.

Além de coach, sou consultor e palestrante, onde procuro motivar, inspirar, levar o público à reflexão da capacidade que todos têm para superar os desafios que encontramos na vida.

 

Edu na mídia

 
 
Como o processo de coaching pode mudar sua vida pessoal e profissional 

Quando um fato inesperado ocorre em nossa vida, modificando-a completamente de uma hora para a outra, ele deixa não só sequelas físicas, mas também um abalo na autoconfiança e na autoestima da pessoa. Num primeiro momento, a tendência é negarmos o fato e as deficiências adquiridas a partir dele, acreditando ser possível retomar a vida normal de antes.

Mas, na medida que a pessoa percebe que a sua vida mudou permanentemente e nunca mais voltará a ser como era, duas possibilidades se apresentam: adaptar-se à nova situação ou entregar-se à resignação cheia de auto piedade, revivendo incessantemente o fato e lamentando cada pequena infelicidade que ele gerou.

Muito tempo pode ser desperdiçado até que a pessoa mude o foco da sua infelicidade atual para um estado de felicidade no futuro. A superação dos problemas começa no momento que resolvemos focar nossos esforços para solucionar as causas. Ao canalizar as energias para a solução, que pode ser desde uma simples adaptação até uma nova carreira em outro campo profissional, nota-se uma sensível melhora na autoestima e autoconfiança, o que motiva a pessoa, pois ela descobre ser possível se sentir útil e valorizada novamente.

 

É importante salientar que coaching não é psicoterapia. O psicólogo busca em fatos passados a explicação para os problemas de ordem psicológica dos seus pacientes para ressignificá-los e trazer alívio às suas dores. O coach também não é um guru, nem um conselheiro que traz respostas.

 

O coach faz perguntas e essas perguntas são simples, porém, demandam reflexão e elaboração mental para poder sintetizar e verbalizar a resposta. É este processo que, de resposta em resposta, como em um jogo de quebra-cabeças, leva a pessoa organizar os pensamentos, percebendo de forma clara o seu estado atual e como deseja estar no futuro. Sempre por meio de perguntas, o coach leva a pessoa a planejar o modo de entrar em ação, de buscar soluções para os desafios que encontra, de auto motivar-se para que alcance o estado desejado no tempo que determinar.

 

O processo de coaching para superação e realização pessoal/profissional é composto de 10 a 15 sessões e é desenvolvido especificamente para pessoas que perderam a capacidade laborativa em decorrência de uma doença ou acidente. Também é indicado para pessoas com deficiência (PcDs) com o objetivo de desenvolver suas habilidades e talentos, utilizando-os a seu favor para alcançar a realização pessoal e profissional.

Galeria de fotos

Palestras

Relacionando a minha experiência particular, profiro palestras com o objetivo de motivar e inspirar pessoas a superarem seus desafios, adaptarem-se a mudanças, quebrarem paradigmas e buscarem a realização pessoal e profissional.

PÚBLICOS E TEMAS:

Palestras in Company

"​Superando barreiras em busca da realização pessoal e profissional” 

 

O objetivo é mostrar que se eu fui capaz de superar os desafios físicos, neurológicos e psicológicos decorrentes do atentado, as pessoas também são capazes de superar os seus problemas, sejam eles de ordem física ou psicológica. Nesta palestra, abordo  a importância que o processo de autoconhecimento teve nesta superação, fazendo com que eu descobrisse talentos e habilidades especiais que não suspeitava ter. Isso me fez entender que, apesar de ter perdido a capacidade de ser um competente administrador, poderia desenvolver estes talentos e habilidades para trabalhar com algo que me proporcionaria realização pessoal e profissional.


”De PsD a PcD: experiência profissional antes e depois da deficiência”

 

Nesta palestra, narro como foi voltar a trabalhar após o atentado. Estava com sequelas neurológicas, mas me recusei a ser aposentado por invalidez, insistindo em voltar a trabalhar. E foi um grande aprendizado!

Profissionais e estudantes da área de saúde

"A psicoterapia na reabilitação de um paciente sequelado" 

"O impacto emocional das sequelas neurológicas"

"O resultado das terapias de reabilitação física, psicológica e neurológica associadas ao processo de coaching"

"Atendimento humanizado: detalhes que fazem a diferença e marcam vidas"

Depoimentos

"Vale muito a pena escutá-lo!”.

“A palestra do Eduardo Anton é um daqueles momentos que a sensibilização funciona para cada um, cada uma se indagar: qual o sentido da minha existência? O que eu estou fazendo com a minha vida? O que posso fazer de diferente para uma vida com mais vida e quais possibilidades não tenho explorado? Como ampliar a minha resiliência? A história desta pessoa resiliente, perseverante, de fé inabalável e generosa nos permite explorar maneiras de viver melhor a vida e nos desenvolvermos na área emocional e espiritual. Além disso, ele consegue explicitar a notoriedade do trabalho dos psicólogos e como é importante contar com estes profissionais ao longo do ciclo existencial. Vale muito a pena escutá-lo!” 

Professora Graciela Sanjutá Soares Faria

Coordenadora do curso de Psicologia da Unibrasil - Curitiba

"Uma reflexão de possibilidades"

"Referente a palestra percebemos que independente das frustrações e tragédias da vida, o ser humano é capaz de reconstruir-se e resignificar sua história.No entanto, para que isso ocorresse constatamos a partir do seu relato, a importância da família,  de profissionais e principalmente a espiritualidade. Percebemos que o Eduardo apesar das limitações relatadas (déficit de atenção e deficiência visual) mantém uma qualidade de vida com autonomia, pensamentos organizados, boa linguagem, demonstrando proatividade.  A palestra proporcionou aos ouvintes uma reflexão de possibilidades, incentivando-os a identificar suas potencialidades e que a vida pode estar repleta de sentidos, cabendo a cada um descobrir o significado." 

Fabiana Salomão Mazzi

Assistente Social da Associação Joinvillense de Deficientes Visuais (Ajidevi)

"É impressionante o relato da história de vida de Eduardo"

"É impressionante o relato da história de vida de Eduardo. Também é fascinante o modo como ele produz sua narrativa e as lições que tem para compartilhar. Alunos de psicologia e de fisioterapia ficaram impactados pela força de vontade e determinação que fizeram com que Eduardo realizasse transformações importantes em sua vida, mudando completamente o futuro que se desenhava para ele. Além disso, Eduardo organiza sua palestra de modo cuidadoso, comprometido com o objetivo de tocar pessoas e sensibilizá-las para se tornarem agentes de suas vidas e de seus projetos. Com ele, temos um excelente exemplo prático do que disse Jean Paul Sartre, de que “não importa o que fizeram de nós, importa o que fazemos do que fizeram de nós”. 

Fabíola Langaro

Professora de Psicologia da Faculdade Guilherme Guimbala - Joinville

Please reload

Deixe o seu depoimento:

 

Fotos: Marcelo Kupicki